Acrobat logo

Dicas para não deixar o jet lag abater sua trip e beleza
Lifestyle

Dicas para não deixar o jet lag abater sua trip e beleza

Ama viajar? Então deve sabe que o entra e sai de aviões às vezes tem um preço a ser pago quando o assunto é a beleza e o bem estar geral. Esta bagunça horária é a grande vilã do corpo porque "confunde" os comandos do organismo, causando fadiga, insônia, sonolência durante o dia – e assim afetando a nossa pele e o corpo (TRISTE!).
Para diminuir os efeitos do jet lag depois de longas viagens, siga as dicas baixo e salve seu cérebro, rosto e corpo (e trip!).

 

Acostume-se dias antes

 

Ajuste sua vida de acordo com o horário do seu destino antes de viajar, antecipando ou adiando sua rotina em uma hora a cada dois ou três dias – assim, você regula aos poucos o seu relógio interno. Tipo, se você normalmente acorda às 8h, mas terá que acordar horas mais cedo no seu destino, passe a acordar às 7h30 semanas antes, ainda em casa, depois às 7h e assim por diante, até o dia da viagem.

 

Hidrate-se muito!

 

Tente evitar usar produtos que possam ressecar a pele (pois a despressurização da cabine do avião e o ar-condicionado já causam esse efeito) e tome litros de água antes, durante e depois do voo. Para que o aspecto de cansaço não tome conta do seu rostinho lindo, passe hidratante ainda no avião, fazendo massagens ao redor dos olhos, na testa e nas bochechas, para reativar a circulação e relaxar. Se não dispor de nenhum produto para as olheiras, peça para o comissário de bordo um copo com água e gelo. Assim, com apenas uma gaze ou algodão, você consegue fazer uma compressa fria nos olhos de manhã.

 

Exercite-se para dormir e para acordar!

 

Comece dentro do avião. Alongue-se, caminhe, mude de posição, deixe a circulação fluir e o sangue circular. Ao chegar ao seu destino, se estiver ainda durante o dia e você estiver morrendo de sono, exercite-se via caminhada, ande bicicleta ou corra, para melhorar a circulação e estimular a produção de cortisol e mantê-la desperta. Respeite os horários do dia: se for cedo, fique acordada, por mais difícil que isso seja, para não atrapalhar sua rotina. Se chegar à noite e você sentir insônia, exercite-se com ioga ou alongamento, para desacelerar o corpo e relaxar.

 

Tome sol, baby!

 

O sol zera o seu relógio corporal e ajuda muito na sua adaptação. Os raios ativam a vitamina D e fazem com que você se sinta mais disposta para encarar o dia. Aproveite-o ao máximo: enquanto você passear por locais ensolarados, procure abrir as janelas e deixar a luz natural entrar. Assim seu organismo se manterá desperto com menos esforço.

 

Evite café para acordar e pílulas para dormir

 

Qualquer dispositivo que altere artificialmente seu relógio interno vai fazer efeito imediato, mas pode aumentar o seu cansaço a longo prazo. Café, energético, álcool, relaxantes musculares e pílulas para dormir podem atrapalhar mais do que ajudar.

 

 

Texto por Vanessa Kopersz 

Talvez você também goste